A gripe que vem com o inverno

928

Nada dói mais para os pais que ver os filhos doentes. E nessa época do ano o aumento de crianças com gripe é significativo. A mudança de estação e as variações de temperatura, que ocorrem quase que diariamente, acabam enfraquecendo o organismo dos pequeninos que sofrem com a gripe no inverno.

Corpinho mole, falta de apetite, secreções, tosse, dor na garganta, desânimo, alterações de temperatura, como a febre, a gripe vem com força na estação mais fria do ano. Para proteger as crianças dessa doença o indicado é alimentação saudável, agasalho e proteções básicas como chinelos nos pés.

A alimentação da criança deve ser balanceada e rica em nutrientes saudáveis em especial a vitamina C, que auxilia no combate a gripe, formando uma barreira natural de proteção. Estimule seu filho a chupar uma laranja por dia em qualquer época do ano, o consumo de cenoura também fortalece o organismo contra ao vírus da gripe, limonada e acerola são sucos que podem ser inseridos na alimentação das crianças pelo menos 3 vezes por semana. Para disfarçar o gosto do limão que a criançada não gosta muito pode bater outra fruta junto, como o morango, que vai dar uma corada no suco e não anula a vitamina C.

A inserção desses alimentos na alimentação das crianças já vai aumentar a resistência dos pequenos contra o vírus da gripe. Outras medidas que devem ser adotadas são os cuidados da vovó, como não andar descalço para não pegar friagem, ao anoitecer troque a blusa da criança por uma de pano um pouco mais grosso para proteger o pulmão, uma colherzinha de mel por dia também vai fazer um bem danado, não ligar o ventilador e ar

condicionado após o banho, não lavar os cabelos a noite e não tomar água completamente gelada, sempre optar por misturar a água. Esses cuidados fazem toda a diferença para prevenir doenças como a gripe.

Agora se mesmo assim a criança acabar ficando gripada com a chegada do inverno, o tratamento certo deve ser indicado pelo pediatra. A automedicação é perigosa para as crianças que geralmente não tem a resistência de um adulto. Provavelmente o médico irá passar xaropes para expectorar e diminuir as tosses e resfriados, algum remédio a base de vitamina C e se o caso estiver mais avançado uma nebulização por dia será necessária, para ajudar a criança respirar melhor durante a noite, eliminando as secreções nasais, que tanto incomodam os pequenos.

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.